quinta-feira, 30 de junho de 2016

A especial


Quantas vezes já olhaste ao espelho e deitaste para foras de repente aquela frase: " Fogo, eu sou mesmo linda!"
Só que não.
Talvez ainda não tive coragem de olhar para um simples objeto falar isso.
 Por isso, não sou capaz de incentivar as pessoas a fazer o mesmo, mas sou capaz de querer olhar para mim.
Gostaria de sentir mais amor a mim própria, ao meu corpo, ao meu cabelo simplesmente a tudo que define.
Gostaria de ter uma mente menos fraca e não deixar afetar pelos que os outros dizem.
Gostaria que os meus ouvidos ouvissem mais os elogios que as pessoas dão do que a voz dentro da minha cabeça que diz que não sou isto e aquilo.
Não é fácil.
Ainda estou a crescer e a querer aprender mais sobre mim e pretendo não aprender tudo da vida porque quero amadurecer e criar uma personalidade que ainda está em criação cada dia que passa.
Hoje sentei-me no sofá assistir um filme e apesar de o filme ser um pouco estranho eu decidi partilhar este texto aqui no blog porque por vezes sinto necessidade de falar deste tipo de coisas, saber o que vocês pensam desse tema e o que já fizeram para vocês mesmas para ter uma certa auto-estima.
Eu penso que devemos ser um pouco egoístas conosco próprios, mas nem é coloco em prática.
 O que pensam deste assunto? 
Vamos conversar!

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sunset Party

Olá Meninas!
Quando falamos de Sunset Party associamos a cores vivas, bebidas frescas, pele bronzeada e cabelos mais claros.
Penso que os outfits que combinam com este tipo de festa são os de estilo boémico, eu não sei explicar exactamente o porquê, mas faço uma associação ás rendas e aqueles tecidos lindos.
Espero que gostem!













nono

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Não lamento ter-te conhecido




Perto de fazer um ano e ainda tenho medo de perder-te se isso for normal tudo bem senão preciso de saber se já sabe a loucura.
A minha felicidade depende de observar-te todas as manhãs perto de mim e das piadas perdidas em horas.
Sempre que fecho os meus olhos encontro a necessidade de abraçar o teu corpo para poder dormir porque eu acho que sofro de um défice de que se não houver conchinha não há sono.
Num amor poderia ser excusado o sofrimento constante ou a necessidade de magoar-nos porque isso esgota todas as energias em que poderiámos fazer amor, rir um do outro, desabafar, lembrar dos momentos que já vivemos.
Sim, eu preciso que relembres porque eu tenho memória muito curta e custa-me lembrar de tudo.
Sobrevivemos a tantos momentos que pareciam ditar uma impossibilidade de poder estarmos juntos que parece que uniu-nos ainda mais.
Que as minhas lágrimas deixem de ser de raiva e medo, mas que transformes em mim vestida num vestido de veludo azul cantando a música da nossa história de amor.
Tendo em não ficar assustada com o fim da vida que pode separar-nos e tento que as minhas últimas palavras sejam as melhores e que toquem na tua pele branca, macia e tragam arrepios, e te tragam só para mim.
Peço sempre a perfeição entre nós, mas para além de ser nova para amar-te tanto é impossível sermos perfeitos como poetas que morrem de amores.
Ao amar-te percebo que é preciso uma paciência de um universo qualquer para conseguirmos estar juntos e ter feitios tão difíceis, mas amarmos como dois loucos tarados.
Sentimos uma necessidade imensa de perder-nos na loucura de cada corpo, de que como podemos tocar, cheirar, beijar e apreciar cada movimento, cada suspiro e alívio.
Apesar de todos os obstáculos não me arrependo de ter conhecido nem de olhos fechados, seu tonto.
Eu amo-te


sábado, 25 de junho de 2016

A preguiça mora comigo


Hoje é daqueles dias em que não apetece fazer mesmo nada como todos os outros dias em que se pudesse ficaria esticada na cama á espera de dias melhores.
Passo muito tempo no meu quarto deitada a ouvir música, costumo ter grandes diálogos com a minha mente e ler livros de escritores loucos como eu.
Rego as minhas plantas como se fossem uma grande responsabilidade nem sei acho que tenho mais empatia por elas do que por algumas pessoas.
Detesto dormir com a janela aberta e essa luz invadir o meu sono como se fosse obrigação dela talvez deveria comprar umas cortinas.
Ontem na baixa vi umas cortinas numa loja que talvez daria alguma harmonia a este quarto.
Admito que por vezes consigo passar dois dias a passar por algo que já devia ter arrumado, acho que a minha mente não assimula que tenha de fazer tal coisa.
Tenho tantas coisas para fazer e não consigo parece que sinto-me cansada todos os dias sem fazer nada.
Oiço as pessoas em festa, a combinarem para tomar café, os passáros a cantar e procriarem-se, mas eu continuo fechada aqui dentro.
Invento decorações no quarto para pensar que afinal tenho alguma criatividade e não só aquela questão perdida pela família.
Tenho saudades de um bom bolo, de boas conversas e brincar com os animais dos outros.
Eu sinto que estou a perder muito do que se passa lá fora que vem desde as recordações até aos aromas nostálgicos.
O que se passa comigo?


nono

sexta-feira, 24 de junho de 2016

O apartamento ao fundo da rua



Nos dias de chuva eram os dias em que eu escolhia para tomar um café com chocolate quente a olhar para a janela com o meu pijama azul.
O meu apartamento era bem espaçoso demais para uma pessoa só.
Em tempos decidi colocar umas cortinas por volta da minha cama e umas luzes Led só para alimentar as minhas fantasias ou as perfeitas ideias encontradas em revistas de decoração.
Por trás dessa janela eu pensava em todos os meus sonhos que ainda queria alcançar e o que realmente eu queria viver, a não ser ver pessoas na rua esconderem-se da chuva.
Nessas manhãs, escutava a banda The National penso que ficava dentro daquela melancolia e vontade também de amar.
O amor não era maior que os meus sonhos e vontade de namorar com o meu silêncio, a minha decoração e todas as memórias que passei a ter com a vinda dos amigos e os jantares acompanhados de várias e várias garrafas de vinho.
O meu apartamento tem uma estante cheia de livros com tantas histórias de tantas pessoas e sempre pensei quando eu que tomaria coragem para contar a minha história ao mundo.
Ou quando os meus sorrisos e a minha rotina também seriam rotina de outros?
Por  agora sou apenas a rapariga do apartamento ao fundo da rua.


nono

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Ideias para este verão - Batatas grelhada


Achei esta ideia no Pinterest e achei uma boa ideia para este fim de semana.
Ás vezes estamos a ver um bom filme e apetece-nos um petisco e nada como experimentar novas receitas.
É fácil e rápido!
Deixo a dica de vários molhos como o molho de iogurte, molho de tomate ou molho de mostarda, vou deixar aqui a Mini receita em imagem. 
Agora deve-se aplicar consoante os gostos de cada um.
Espero que tenham gostado!
Beijinhos!
nono

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Fui á Primark e quero partilhar

Olá Meninas!
No sabádo tirei um pouco do meu tempo para ir á Primark, mas a Primark do Almada Fórum porque neste momento estou em modo decoração.
Esta Primark é igualzinha ao do colombo em termos de tamanho, mas as secções são diferentes então andava meio perdida por lá.
E achei que na Primark tem coisas muito fofinhas para decoração de quarto e mesmo o resto da casa.
Normalmente, quando vou á Primark fico um pouco stressada porque tem sempre muitas pessoas por todo o lado.
Também comprei coisas muito úteis para o dia-a- dia e espero que gostem.

Já falei aqui que eu tenho uma paixão incrível por tênis de plataforma como se fossem os meus saltos altos.
E é por esta paixão que eu não consigo deixar de comprar estes tênis, e custaram apenas 9 euros.






A muito tempo que queria comprar uma coluna e acabei por fazê-lo e tem um som limpo, dura bastante tempo e custaram apenas 15 euros.






Comprei umas meias o que é algo muito básico para o dia a dia, já experimentei e não apertam nos tornozelos. Thank God e custaram 3,50 euros. 




Comprei uns calções desportivos para os dias comfy na secção de homem porque são mais largas e custaram 10.00 euros.



Este cinto custou-me 4.00 euros


Já a muito tempo queria um Lace Bracellete acho tão sexy e delicado que pude resistir em ter um também.
Custou-me 5.00 euros



Roupa interior é essencial e achei estes conjuntos tão amorosos. E cada um custou-me 3.50 euros.


É mini quadro e gostei das cores e da mensagem :"Smile", algo que eu tenho de lembrar todos os dias.
E custou-me 1.50 euros.


Aconselho a comprar estas velas tem um aroma muito agradável e vou já adiantar que a vela com cheiro a Marshmallon não é nada enjoativo.

E cada vela custou-me 1.00 euro.



As luzes leds em coração dão um ar tão romântico ao quarto e torna o ambiente bem aconchegado.
Eu gostei muito e sinto-me bem positiva com essas luzes no quarto e custaram 6.00 euros.


Ahhhhhhhhhh, eu assim que vi isto coloquei dentro do cesto sem pensar duas vezes e até vem com um giz para escrever os nomes dos pombinhos e custou-me 4 euros.




Finalmente chegamos ao que eu fui mesmo á procura é destes quadros com estas mensagens super inpiradoras e custaram 5.00 euros.


Espero que tenhma gostado porque eu também! 😜😜😜😜

nono

sábado, 18 de junho de 2016

Os meus olhos dizem a verdade




Nas discussões gostava que as pessoas não ouvissem o que eu digo que sequer é sentido ou pensado.
Poderiam olhar nos meus olhos e dizer eu sei que isso que tu dizes não é verdade, tudo isso que estás a dizer não é o amor que sentes por mim que está a falar.
Infelizmente, quando nos discutimos com alguém nunca dizemos o que deve ser dito e acabamos por ir embora.
Se pudêssemos voltar atrás nunca existiria a voz, o cheiro, a mágoa, o amor e o fim.
Não existiria a separação de duas noções que viviam entrelaçadas. 
Não existiria a sensação de não saber perder numa luta que parecia não ter fim.


Se vivêssemos a vida sem a necessidade de colocar outros embaixo aí faria mais sentido porque ás vezes passamos a vida em guerras, tudo isso para quê?
Aí pensamos na frase:" Aí se eu soubesse"
Tudo acontece tão rápido que ás vezes não é merecido como tudo é resolvido.



nono

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Aí agora que tenho isto, já posso ser feliz!


É uma frase muito escutada pelas pessoas, mas que tem de deixar de ser dita.
Não é só quando alcançamos um objetivo que apartir desse momento seremos felizes, e não pode ser assim caso contrário nunca seremos felizes.
Iremos viver sempre infelizes na expectativa que algo aconteça, e se não acontecer será que vamos reclamar a vida inteira pela nossa infelicidade?
Nós temos é de ser felizes todos os dias com o que temos e sentirmo-nos gratos por exemplo, ter uma cama onde dormir, um sítio onde morar, comida, acordarmos vivos todos os dias é um motivo para estarmos felizes.
É assim que eu vejo a vida e tento evitar dizer :"ah só quando eu tiver aquilo ou fazer isto aí vou ser feliz."
Porque se esperarmos sermos felizes dessa forma então nunca seremos mesmo.


nono

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Nothing scares me anymore


Poucas vezes tive, poucas vezes senti a sensação de ter medo de algo.
Parece que nasci pronta para o fim da vida.
O fim dela pode ser tão silenciosa como tão trágica, até pode ser escolhida ou um mero acidente.
Se sinto saudades de não saber o que isso é ou mesmo achar solução nisso.
Sempre sentirei saudades das pessoas que gostaram de mim e daquelas que fiz o mundo delas um dia ter algum sentido.

Um dia se partir, não terei tempo para avisar ou sequer despedir apenas vou.
Se é triste é, se é horrível é!
Mas nem sempre temos culpa das voltas que a nossa vida dá.
Se podia pensar diferente poderia, mas não consigo porque já está mais que entranhado em mim talvez é uma doença até algo ser resolvido.
Espero que todas as pessoas venham ou tenham perdoado enquanto aqui estou.
O remorso é um sentimento comparado a tudo que não quero nunca sentir.
Peço desculpa em não ter avisado de que não estava bem e não ter dado tempo de ser compreendida.

nono

terça-feira, 14 de junho de 2016

Tempo para o Blog



Hello!
Hoje senti uma vontade de vir partilhar a minha satisfação por ter um blog e sempre reservar um tempo para criar posts para os meus leitores.
Eu tive uma altura em que não sabia ao certo o que eu queria e se consegueria conciliar o blog com a minha rotina, mas com muito esforço consegui.
De uns tempos para cá tenho vindo a ter mais visualizações e comentários também, e para mim é ótimo sentir que todo o trabalho que eu tenho vai tendo os seus frutos.
Saber que as pessoas gostam do meu trabalho e se identificam com ele é uma das melhores sensações de sempre.
Este meu tempo para o blog também é reservado para falar com amigas bloggers e digo-vos que desenvolvi amizades muito bonitas, muito naturais e verdadeiras.
Ter um blog tem as suas vantagens e essa é uma delas, também gosto de ler outros blogs e deixar lá o meu comentário mesmo quando não tem comentários porque também sei o bem que estou a fazer ao coração das pessoas que estão por trás do blog.
Tudo isso faz-me cada vez mais adorar esta vida e inspirar-me cada vez mais e aos poucos ir subindo, não quero ir com pressa, mas sei que vou chegar algum sítio.
Agradeço a todos ao apoio a marcarem aqui com as vossas presenças, comentários e força!
Obrigada!

nono

domingo, 12 de junho de 2016

Playlist de Junho



Kaytranada- Leave me alone (ft. Shay Lia)

Meu Deus, esta música tem um ritmo assim meio Afrohouse, eu não explicar, mas gostei tanto não consigo parar de ouvir.
Já não é a primeira música que escuto deles e gosto mesmo muito.



                              Skrillex & Diplo - Mind

Quem mostrou esta música foi o meu namorado e desde aí não deixei de ouvir, é uma boa música para manter na playlist e tem uma boa letra. 



Ariana Grande- Into You

Esta rapariga é tão amorosa e ao mesmo está a tentar parecer sexy, mas parece mais amorosa do que outra coisa.
E gostei muito desta música, faz-me pensar de que ela finalmente está a crescer e a fazer músicas com mais maturidade.

Party Next Door- Ballin





Valesco - Stay with me

nono

sábado, 11 de junho de 2016

Sempre amei dançar e não sei porque parei

Até hoje não sei porque deixei de dançar eu gostava muito e gosto mesmo muito e sinto uma paz incrível quando eu danço.
Acontece que o tempo foi passando e eu parei.
Lembro-me de assistir MTV, quando era um programa de música e eu ficava pasmada com as coreografias e imitava todas elas.
Com o tempo fui participando em Workshop da escola, algumas aulas, escolas de dança e comecei a querer aperfeiçoar mais.
Comecei a dançar pelo Hip Hop e a altura eu tinha que gravar um CD na casa dos meus colegas para ter boas músicas para dançar e o meu irmão via-me a dançar e gozava com isso e hoje ele também é um dançarino.
Também assisti um filme que fez ter ainda mais vontade de dançar que era o "Dirty Dancing 2", e passei a praticar danças de salão e por vezes quando era dança de salão nas aulas de educação física eu ajudava os meus colegas ou iniciava as aulas com a permissão do professor.
O melhor da minha paixão a dança foi quando descobri que dança comtemporânea também era algo que eu gostava de fazer e que com a dança poderia contar a minha história e deixar lá os meus sentimentos parecia um mundo de fantasia, mas era bom.
Agora estou a tentar voltar a dançar e comecei por aprender a dançar Shuffle e espero um dia poder mostrar.
Vou deixar aqui um video que encontrei no Youtube e veio lágrimas aos olhos.
Dançar é vida!





nono

sexta-feira, 10 de junho de 2016

As tranças não saem de moda

Olá!
Hoje eu vim falar de tranças.
 As tranças nunca sairam de moda e são as minhas ajudadoras agora que estou em processo de transição.
Se ainda não expliquei volto a explicar de que transição é fase em que o meu cabelo está a crescer, ou seja o meu cabelo estava assim:


Deu uma pequena ilusão de que estava enorme e com uns caracóis bonitos feitos com texturização, mas não.
O meu cabelo ainda está curto porque essas pontas que eu tinha eram as pontas com desfriso, eram mais umas potas mortas do que outra cois que impediam o meu cabelo de crescer.
Então um dia fartei e cortei essas pontas até chegar ao meu cabelo natural o que está na raiz:




E como é difícil lidar com o cabelo pequeno apesar de gostar preferi colocar as traças para não acompanhar o processo de crescimento que é bem doloroso, mas bom porque sempre posso abrir a minha criatividade e fazer todos os tipos de penteados.
As tranças ajudam o cabelo a crescer devido ao peso que elas tem e também as tranças protegem de toda radiação e sujidade para o nosso cabelo.
O óleo natural que temos no nosso cabelo fica localizado no princípio da trança ou seja, a raiz e é aí que temos que lavar e hidratar. (Sim as tranças dão para lavar)
O bom disso é que só precisamos de lavar o cabelo uma vez por semana porque o nosso cabelo não está exposto, mas se lavarmos demasiado as tranças estragam mais depressa, e o objetivo é durar 3 ou 4 meses para o cabelo crescer bem.
As tranças são feitas com cabelo Kanekalon ou pode ser o cabelo Jumbo( este cabelo é cabelo sintético) e é vendido em lojas africanas.

Agora com as minhas tranças é tudo mais prático:
Elas são de tom castanho e por baixo coloquei rosa pastel e azul metálico, mas dá mais as vistas quando amarro o cabelo ou faço uma trança.




( A MINHA CARA AQUI ESTÁ UM MÁXIMO)

Com algumas pesquisas irei deixar outras raparigas que uso como inspiração:












Espero que tenham gostado!



nono