quinta-feira, 31 de março de 2016

Tag: Make Up



Olá Meninas eu fui nomeada para esta Tag de Make up pela blogger Sorrisos Rosa por Laura Massano, e é com muito gosto que irei responder.

1- Senteste mais poderosa a usar Maquilhagem com cores nude ou vibrantes?
Sinceramente, eu gosto mais de usar cores vibrantes porque gosto de chamar atenção para os lábios porque normalmente eu visto cores muito básicas.

2-És viciada em Make-Up?
Não, por acaso eu consigo sobreviver sem maquiagem porque a minha pele é mesmo muito lisa.
Por exemplo, não tenho muitos sinais ou borbulhas só uso em caso de urgência.

3-Quantas vezes usas Make-Up?
Normalmente, uso Make-up para eventos em especial como Casamentos, saídas á noite, jantares e assim, mas se num dia de escola tiver vontade de usar algo.
No máximo é um batom vermelho, preto ou rosa ou um gloss.

4- Recomende duas marcas: uma cara e outra barata, mas que valem cada cêntimo que gastaste?
Uma cara foi da Mary Kay como um exfoliante e um creme para limpeza de pele e uma barata é um Batom da Essence Longlasting Lipstick 02.

5- Qual é o seu batom preferido do momento?
É um gloss da Essence 29 cute pink.

6- Qual o produto que não podes ficar sem comprar?
De momento não tenho nenhum produto que não viva sem ele.

7- Qual o produto que não gostas de ver em ti mesmo, mas adoras ver nas outra pessoas?
Não gosto de ver com base, mas gotoso muito de ver noutras pessoas porque realmente sabem aplicar.

8- Qual é a marca de produtos que tens com maior abundância?
O batom da Essence Longlasting Lipstick 02, EyeLiner, Rímel da marca Cien, Vaseline e Batom Cieiro

9- Qual é a marca de cosméticos que sempre quiseste experimentar, mas ainda não tens.
Eu gostava de ter todos os batons matte da marca Mac.

Gostei muito de responder a esta Tag apesar de não nomear ninguém e tentei ser o mais sincera possível.
nono

terça-feira, 29 de março de 2016

Selda- Morena de Cá




Selda é uma artista angolana que canta muitas músicas relacionadas com a Infância como sendo algo muito positivo.
A minha mãe ouvia muito esta artista e esta música faz-me muito lembrar ela a cantar, portanto quis partilhar esta música com vocês.
Espero que gostem!



nono

segunda-feira, 28 de março de 2016

Ainda tenho esperanças



Tenho ainda muitas esperanças de um dia encontrar-te nos bosques,nos rios, nos campos.
Como tenho eu esperanças de um dia passear contigo, acaraciar teus lábios e beijar tua boca macia e doce.
Como queria eu entender porque nos demos tão mal, não queria sofrer tanto para ter aquilo que sempre sonhei.
Quero esperar, vou esperar, tenho de esperar para ter esperanças de um dia ter a minha liberdade violenta.
Quero esperar por alguém a quem dei minha vida, meu coração!
Para um dia conquistar o que ainda tenho como esperanças.

nono

domingo, 27 de março de 2016

No dia que fizeste tua


Sentia desejo, mas sentia medo.
Eu sabia que havia algo que nos unia que não era estranho, nem anormal era natural.
Eu desejava beijar-te pela primeira vez, mas não sabia se devia avançar para esse passo tão importante.
Tu sabias que alguma ideia corria na minha mente é por isso que não deixavas de olhar para mim como se quisesses que explicasse o que andava por ali a pensar.
Lembro-me tão bem do caminho para casa foi o mais longo e divertido de todos, eu estava mesmo muito nervosa.
Meu Deus, eu queria beijar-te tanto e nem imaginas como.
Eu sentia uma tensão muito forte entre nós, mas fizeste toda essa tensão desviar e foi quando eu caí nos teus braços, senti exactamente quando puxaste-me pelas ancas e desde aí deixei de pensar.
 Digo que ser beijada assim como os filmes é vida porque não acontece todos os dias.
Desde o primeiro beijo já sabia que seria um passo para um recomeço nas nossas vidas, não há pormonores mais detalhados do que dizer que fizeste sentir tua, tão tua.
Será que podemos repetir esse beijo todos os dias?
nono

sábado, 26 de março de 2016

Nós somos os nossos próprios críticos



Já olhaste no espelho hoje? O que é que viste? Como te sentiste? Já disseste hoje a essa pessoa que vês no espelho o quanto ela é bonita?
Hoje vim falar do quanto nós nos criticamos e rebaixamos abaixo de todos os seres inferiores, é mais fácil encontrar imperfeições e coisas que não gostamos em nós quando sequer existem.
Conseguimos dizer a nós mesmas que não prestamos para tal coisa, que não somos capazes, que somos fracas e que nunca ninguém vai olhar para nós.
Perdemos muitas oportunidades da nossa vida porque achamos que não estamos aptas para algo ou que não temos qualidades ou qualificações suficientes.
As nossas atenções não ficam só no psicológico, mas afeta o nosso físico.
As raparigas perfeitas da Media fazem deixarmos de comer para obter um corpo como o delas, elas são bonitas e aparentam tudo e mais alguma coisa, mas não sabemos a quantidade de maquilhagem elas tem, pensamos em ter as cinturas finas e rabos empinados. 
Olhamos para o nosso cabelo e já não conseguimos pensar como ele é bonito porque só invejamos o cabelo das outras que muitas vezes só são feitos de extensões.
Achamos que o nosso nariz, a nossa boca, as nossas orelhas, os nossos olhos devem ser alterados para    "O chamado perfeito".
Queremos as selfies no ponto nos ângulo perfeitos, queremos aparentar uma felicidade que sequer é felicidade.
No meio disto tudo, será que estamos a ser justas conosco próprias?
Será que estamos a  nos dar o devido valor?
Continuamos a deixar a perfeição que existe na Media atingir-nos?
Amanhã será um novo dia e será o dia de sentarmos com o nosso pensamento e dizermos o que somos, o que pensamos de nós como mulheres que somos fortes, devemos acreditar em nós mesmas e que vamos realizar todos os nossos sonhos se quisermos.
Está na hora de olharmos no espelho e dizer:
"Tu és bonita,linda, glamorosa e charmosa"

nono

sexta-feira, 25 de março de 2016

Doce Libertação



Sempre fui uma rapariga que guardou as coisas para si.
Pensamentos, ideias, raiva, tudo com medo de falar, de poder explicar como é que eu vejo a vida, o mundo, as pessoas a minha volta.
Sempre ouvi e guardei tudo para mim, e com o passar dos anos isso foi refletindo-se na minha maneira de agir e nos meus comportamentos.
Sempre fui meio acanhada e tive dificuldade até em lidar com as pessoas numa simples conversa coisa que ainda não mudou muito até agora.
O medo era falar e dizerem que não podia pensar aquele tipo de coisas porque para eles não estava certo.
Eu nunca fui eu própria até o dia em que decidi que eu podia ser a Noemi que quisesse e que se eu lutasse pelo o que eu queria chegaria ao topo.
Provaria a mim própria que eu consegui e não desisti, muitas vezes quis, mas não o fiz porque no meio disso os meus ditos amigos e amigas deixarem de falar comigo por pensar diferente como se eu tivesse comido um crime.
Deixei tudo fluir e dei cor ao meu mundo.
Libertei-me e sei que agora sou mais forte e firme no que realmente quero para mim, não foi fácil, mas não foi impossível.
nono

quinta-feira, 24 de março de 2016

Deolinda- Bons dias, boa música para os meus ouvidos

Não escuto muito as musicas portuguesas, mas tem sempre músicas que saltam á vista e acho que esta música tem uma boa mensagem.
Naquelas manhãs em que estou a ler blogues e a ouvir as novas playlist no Spotify acabo por descobrir estas coisas boas e cheias de boa mensagem.
Se fizermos o nosso dia, o dia de alguém sempre viveremos mais felizes e realizados incluindo as pessoas que mais gostamos.


nono

quarta-feira, 23 de março de 2016

Tag: Completa a frase


Hello!
 Eu vim responder a uma Tag do qual já fui nomeada a muito tempo pela blogger B.lliccious , mas que só agora decidi responder visto que estou com a mente um pouco mais leve esta semana.
Eu gosto de tags de outros bloggers e também responder porque até é divertido dar-me a conhecer a outras pessoas.

Então vamos começar:
1- Eu sou muito... faladora, quando apanham numa boa conversa eu não me calo
2- Não suporto... Gente falsa e que não sabe guardar segredos ou certos pormenores para si mesmo
3- Eu nunca... Saio de casa sem os fones
4- Eu já briguei...porque tiraram uma bolacha do meu pacote kkkk
5- Quando criança... Eu gostava muito de jogar as escondidas á noite
6- Nesse exato momento...estou na cama a comer bolachas de água e sal e a responder esta Tag
7- Eu morro de medo... de perder as pessoas que eu amo
8- Eu sempre gostei de... ler e escrever romances
9- Se eu pudesse...trazia de volta as pessoas que eu amo
10- Fica feliz quando... Quando abraçam mesmo sem eu pedir
11- Se eu pudesse voltar no tempo... Iria para a grécia de novo
12- Adoro... a parvoíce dos meus colegas de curso
13- Quero muito viajar... Para a Tailândia
14- Eu preciso... de continuar a lutar pelas coisas que gosto
15-Não gosto de ver... um mundo perfeito, mas sim um mundo real

Obrigada <3
nono

segunda-feira, 21 de março de 2016

Tênis com Plataforma


Olá!
Estes últimos dias tem sido muito bons para mim e mais agradáveis do que na semana passada.
E tenho tido novas ideias e inspirações, e hoje vim falar do meu gosto com os tênis com plataforma que são basicamente os meus saltos altos.
Eu tenho três pares deste tipo de tênis e são muito confortáveis, não parecem, mas são mesmo muito confortáveis.
Normalmente, eu utilizo com calças de ganga e vestidos também e não podia ficar sem partilhar algumas fotos que gostei muito, e espero que esta seja uma das vossas inspirações para esta primavera.
Beijinhos!







nono

domingo, 20 de março de 2016

Hoje vim falar de ginecologia, a terrível!

olá a todas!

Eu vim dar algumas dicas de como podemos ultrapassar a ansiedade para irmos a uma consulta na ginecologista (coisas que costumo fazer):
- Não pensar nos procedimentos que poderão surgir durante a consulta
- Ir á casa de banho antes da consulta
-Beber bastante água
- Levar alguém conosco que nos deixe descontraídas
- Gomas para quem gosta ( isso para mim é vida)
- Uma boa playlist

Durante a consulta:
- Conversar com o médico/a durante a consulta para não estarem demasiados tensas
- Esclarecer todas as dúvidas que tenhamos
- Procurar entender como funciona o nosso corpo

Depois da consulta:
- Se correu bem, sorri e grita : Freedom (liberdade) !
- Se não correu assim tão bem pensa que tudo vai ficar e que foi para o teu bem

Entretanto, eu já queria escrever sobre este tema porque nunca ninguém nos informa como devemos comportar-nos nessas consultas ou que tipo de coisas podemos fazer para manter-nos calmas.
Espero que tenham gostado!

nono

quarta-feira, 16 de março de 2016

Eu prometi que nunca iria te abandonar



O vestido era preto e eu pedi-te para fechares o fecho do vestido porque não tinha forças suficientes para alcançá-lo.
Vesti o vestido preto no dia mais devastador da minha vida que se quisesse sorrir nunca seria um sorriso verdadeiro.
Eu nunca soube que fosses suportar esta dor comigo, ou que fosses chorar e estar sempre nem que fosse na ponta da cama para saber se estava bem.
Nunca irei esquecer a forma como nos abraçamos e choramos por despedir quem amavámos, nunca esquecerei o teu rosto, mas o bom disto tudo é que estavas lá por mim.
Assim que tudo acabou saímos do cemitêrio de mãos dadas, agarraste-me e beijaste-me e fizeste sentir que apartir de agora seriámos só nós os dois.
Desde esse dia não conseguiste voltar a tua rotina enquanto não asseguraste que realmente estava bem.
Todos dizem que devemos seguir em frente e ser fortes. Mas não é fácil, é díficil pa c*******!!
Para continuar aqui firme fizeste sentir especial mesmo quando chorava sem saber exactamente o porquê, mas tu agarras as minhas mãos e dizes:" Eu prometi que nunca te iria abandonar."
Fico sem saber como reagir estas coisas porque eu amo-te e sempre soube que esta seria a grande prova de amor.


(Queria ter conseguido um audio melhor, mas acho esta música linda)
Música: Nils Frahm, Went Missing

                                                        nono

terça-feira, 15 de março de 2016

No Patience, Anxiety and Sadness


Eu estou numa semana muito má, em que vivo ansiosa, sem paciência e com muita tristeza.
Para quem conhece e segue o meu Facebook pessoal sabe que recentemente estou a passar pelo luto devido ao falecimento da minha mãe algo que está a perturbar bastante.
Eu não tenho como hábito escrever sobre estas coisas tão pessoais, mas estou basicamente a pedir ajuda e dicas dos meus leitores que são também meus amigos e uma família que encontro aqui todos os dias.
Gostava de ultrapassar estes meus momentos de pensamentos muito negativos tais como questionar a minha vida, que é uma questão que assusta todas as pessoas a minha volta porque não é nada bom.
Eu sinto que com tantas ideias que tenho aqui para o meu blog, eu sinceramente não sinto qualquer motivação para publicar e tentar dar alegria ao meu cantinho.
Basicamente eu sinto como se não fosse a mesma Noemi que estou a entrar numa nuvem cinzenta de tal maneira que daqui a pouco não sei  como sair dela.
Eu odeio negativismo na minha vida, mas não tenho sido outra coisa a não ser, ser negativa comigo mesmo e com a vida.
Eu sei que a vida não acabou, estou viva, mas não consigo encontrar as boas coisas da minha vida e sinto-me parva porque sei que não estou bem e eu não escolho estar assim.
E tenho medo porque o meu objetivo não é afastar as pessoas que mais gosto, mas sim o contrário.
Enfim, nunca pensei escrever explicitamente o que estou a sentir, mas é apenas um desabafo.
nono

domingo, 13 de março de 2016

Mulher é a minha mãe



Mulher é a minha mãe porque ela é relembrada como uma pessoa de paz e de bom coração.
A minha mãe é o exemplo de mulher guerreira e batalhadora que teve que sofrer anos e anos para conseguir o que queria e era dar tudo e do melhor aos seus filhos.
A minha mãe é a única mulher que deu os conselhos mais sensatos que posso levar para o resto da minha vida.
Ela foi minha mãe e meu pai.
A minha mãe foi uma das mulheres que nunca me abandonou nos piores momentos da minha vida.
Ela sim, é a pessoa que eu penso quando entro em cada sítio no qual já estivemos juntas e não a tenho mais do meu lado.
Não sei como é viver sem ela, mas sei que a cada dia eu terei ela sempre, mas sempre no meu coração.
Feliz semana da Mulher!
nono

Vamos brincar ao quarto escuro




Vais ter de esforçar-te a conquistar-me assim como fizeste antes de virmos para aqui.
Vais ter de deixar-me descontrolada e controlar-me como se estivesse condenada a cada consequência entre nós.
O prêmio do nosso jogo é o passaporte para o coração um do outro.
Assim começamos o jogo, sinto o peso das tuas mãos no meu ombro como se pudéssemos viver abraçados a sentimentos tão fortes e ardentes.
Com o meu jeito malandro rebolo, deslizo, rebolo e controlo os teus olhos que não saem de mim, só de saber que eu te tenho nas minhas mãos só consigo imaginar o que queres dizer.
Chegas perto do meu ouvido e dizes: "Agarra e não me largues que com esse teu controlo ainda trazes prejuízos."
Nunca pensei que estar contigo fosse tão intenso.
Sentir a intensidade do teu olhar, da tensão dos nossos movimentos e ainda estar a ser apoderada pelo teu beijo quente, um beijo quente que percorre o lado que nunca mostrei e está prestes acordar.
Nem um climax consegue definir a satisfação de duas pessoas juntas.
Sempre quis saber os teus segredos e os teus maiores desejos sem negar que estava a gostar de perder cada peça de roupa e perdendo a cabeça.
Mesmo perdendo o meu juízo não é só de desejo que quero encher, mas sim de amor.
Mesmo perdendo o meu juízo eu sei que o que estamos a fazer, e não é crime desejar tanto alguém e ainda poder retribuir.
Se os lençois falassem por nós eles falariam como é amar de verdade, como é ser entregue, como é começar algo que não pode acabar.
Que as paredes sejam surdas, mudas e nem um pouco invejosas de todo o bocado de nós que elas carregam.
E dessa minha sorte loucura de amor e jogo de sedução tive o passaporte para o teu coração.


nono

sexta-feira, 11 de março de 2016

O coração é frágil e a mente uma bagunça




Toda a minha vida entendi que o coração é traiçoeiro é por isso que é fragil ele manda em nós de uma forma diabólica e meio destrutiva.
E sim, é capaz de levar a nossa mente á loucura porque quando desejamos ser sãs é quando o nosso coração está pronto para vir com o seu jeitinho aparentar de que pensar com coração está certo porque podem haver tantas desilusões que quando ele não aguentar mais irá mexer com a mente.
Posso dizer que existem muitas emoções que nos invadem na noite como uma luz que nos impede de agir.
Na amargura da noite perdemos tempo a resolver problemas, encontrar soluções e questionar todas as coisas existentes e isso faz de mim uma especialista, mas de mim mesma.
Toda a minha vida tentei seguir os meus príncipios, ideais porque o meu coração só levaria para um caminho onde eu poderia perder-me e nunca mais voltar á minha pessoa.

nono

quarta-feira, 9 de março de 2016

Paris Fashion Week- Que paraíso!

Para a mim a Fashion Week em Paris destacou-se muito pelo estilo de rua.
Um estilo que pode ser muito usado e ser abusado por nós falo pelas calças, o calçado sofisticado e clásssico, as malas e os acessórios.
Este ano continuamos a não sair dos padrões básicos e isso atrai muitos os meus olhos.
Espero que gostem!







 






                                                        nono

terça-feira, 8 de março de 2016

A menina dos óculos perdidos


Posso dar-lhe o nome de Ana, talvez Inês ou mesmo Rebeca.
Sei dar-lhe um nome qualquer, mas conto a vida de uma rapariga que perdeu os óculos e passou a olhar para o mundo dum jeito de diferente e tão vazio.
Ela percebeu que na vida perdemos, e perdemos muito não é novidade nehuma.
Durante toda a vida dela, ela foi ensinada de que deveria continuar a vida mesmo que outros saíssem da sua vida e que só tinha de ser forte.
Parece cruel dizer isso, ela não sabia exactamente se era certo ou errado.
Ela foi ensinada de que uma rapariga sem responsabilidades era sinal de que nunca seria madura ao ponto de todo o mundo achar que não tinha solução.
Essa Ana, talvez Inês ou mesmo Rebeca procurava a felicidade em sitíos errados que só a idade lhe pôde dizer que não estava a caminhar para o sucesso que ela queria.
A suposta rapariga tinha deixado de ter uma identidade própria e tinha entregado á violência das palavras e violência física que instantaneamente tinha deixado com alguma dor.
Assim, que ela encontrou os óculos ela entrou na sua realidade e gostaria que tivessem dito como o mundo era para não magoar-se tanto e perceber que tinha de mudar tudo em sua vida para alcançar o que queria.
Também não é novidade, mas estava na hora de deixar de estar perdida e encontrar o sentido certo.

nono

domingo, 6 de março de 2016

Aprendi a conhecer-te de novo




Sempre pareci uma criança quando vai a primeira vez a uma loja de doces porque fico parada a ouvir todas as coisas que dizes e da forma como fazes as coisas porque acho fantástico.
Simplesmente sinto-me parva.
Entre as nossas conversas acabo por perceber que és a pessoa certa para mim, és um companheiro  de guerra que batalha comigo todos os dias que dá-me força até quando eu digo que não vou aguentar mais.
Posso chorar e ter um colo de consolo, posso rir e ter um momento de euforia.
Não posso deixar de mencionar que pareço uma louca a rir sozinha com o telemóvel na mão das mensagens que envias e fico a pensar que fazes depropósito por conhecer tão bem.
Nunca pensei que conhecer-te todos os dias seria tão interessante e fizesse apaixonar cada vez mais, que fortalecesse tanto o que nos aproximou e que as discussões não reinassem esta relação.
As discussões sempre existirão, mas não podemos deixar que elas tragam o fim de um grande início.
Com isso peço a Deus para nunca permitir violência nem os maus costumes e que permita a felicidade.
O amor e harmonia são duas coisas que necessitamos de ter em nossas vidas, se não aprendermos a viver assim mesmo sendo casal não conseguiremos lembrar de uma relação com tanto carinho.


nono

quinta-feira, 3 de março de 2016

Me, Pinterest, camisolas e cardigans cinzentos


Eu tenho uma parte no meu Pinterest que chama-se Shades of Gray e eu faço que questão de colocar só roupa em tons de cinzento porque das minhas cores escuras favoritas é o preto depois vem o cinzento.
Gosto imenso de cinzento porque para mim é como o preto que dá com tudo e o que tenho mais nesta pasta são camisolas quentinhas e eu perco-me aí porque só fico imaginar-me dentro daquelas camisolas com aspecto quente e fofinho.
Falei de demais. Gosto mesmo de cinzento, não sei, mas faz sentir chique ou meio discreta.









                                                          nono