sábado, 28 de novembro de 2015

Caravana Azul



Eu sempre disse-te que ias tirar a carta primeiro talvez iriámos viajar de caravana e fazermos muitas viagens como assim suposto pensarmos os dois.
Estamos prontos para a viagem eu com as tranças que tu tanto gostas e tu com o teu cabelo a Samurai e com uma grande cabelereira que sinceramente se um dia cortares todo eu vou chorar junto contigo.
Pus a cabeça fora da janela da caravana enquanto seguiámos todos os kilómetros e observava o céu, observava os tons de Outono da natureza que combinavam com os teus olhos.
As noites frias eram nos parques de estacionamento e aí combinávamos o nosso amor, faziamos amor escaldante, embaciávamos os vidros e gemiámos como se o universo fosse só nosso.
Viámos o sol nascer sobre a nossa face era definitivamente a parte mais linda do dia.
Naquele momento davas a minha mão, encostavas-te no meu corpo como fazias quando eramos miúdos e inexperientes da vida, mas agora com o passar dos anos é bom sentir-te, o teu cheiro não mudou, os teus caracóis definiram ainda mais, a tua vontade de comer só picantes talvez nos levaria ao México.
Acho que ias gostar.
Continuamos com as nossas fotografias sem definição, apenas significados nossos, sempre fomos muito gulosos e sempre gostamos de experimentar tudo e descobrir novos sítios nem que fossem entre os nossos corpos.
Apaixonei-me por ti pelo homem dito ser certo para mim, apaixonei-me e vivi amores contigo como irei continuar.
Apaixonei pelo nosso amor alcoolizado, o mais drogado e o único que nos deixa toxidependentes, nunca quis tanto snifar esta droga, era a tua pele que tinha pontinhos pretos e vermelhos que talvez devem fazer as constelações das estrelas.
Disseram que tu eras um anjo, que o teu nome significava " quem é como Deus" talvez foste criado a imagem de Deus e enviado para mim, para não separar-me e deixar-te, era suposto amar-te, amar-te e amar-te ainda mais.
As tuas gargalhadas e piadas safadas animavam as nossas viagens, paravámos em bombas de gasolina para comprar Golden strike, ligavámos as colunas do carro e dançamos Dubstep que nem uns perdidos.
Gostava como o sol clareava a tua pele pálida, adorava o teu sorriso, as tuas covas, a tua barba que ficava quando vagueavas pelo meu corpo, o teu peito com pêlos que eu brincava tanto, a tua barriga fofinha que dava vontade de agarrar e agarrar por tão fofinha e assim amava o teu corpo, não queria outro queria o teu.
Foi a melhor viagem das nossas vidas deixamos tudo e todos e fomos aventurar pelo mundo a fora e sabes que mais nós vamos realizar um dia isto e não será apenas um texto de amor, mas sim uma vida nossa.
Eu amo-te e assim seja!
nono

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Hoje é sexta-feira!

Bom eu estou falida portanto, não pude entusiasmar com a Black Friday, mas pude entusiasmar com o facto de ir para casa ouvir música e descansar depois de uma semana muito cansativa.
Vou deixar-vos uma música com o estilo Dubstep não sei se gostam, mas é uma música que deixa cheia de energia e acorda-me sempre.
É do Skrillex chama-se Try it Out!



Bom fim de semana!
nono

O meu relógio descompassado



As horas pareciam passar rápido, mas fui empurrada por alguma sombra que já andava sob o meu chão por algum tempo.
O meu relógio partiu e o tempo parou tudo parecia estar tudo em camâra lenta as pessoas,os carros, os papéis no chão, os semáforos tudo parou.
Estava só com os meus pensamentos ouvia gritos vindo de todos os lados, a minha respiração acelerou e desmaiei. Pensei que tivesse sido um ataque de ansiedade, mas não...
Parecia que estava num sonho e chorava tanto para sair dele, mas ele não deixava-me.
Entretanto, para sair daquele sonho teria que rescrever a história da minha vida do ínicio ao fim, teria que modificá-la, teria que retirar reticências e espaços vazios, mas preenchê-lo com pontos finais e pensamentos que deveriam suar como o vento de verão como se estivesse numa praia.
Eu tentei escrever e mudar tudo o que pedia, mas o tempo estava acabar e no fundo deste sonho tinha uma música de embalar, enquanto escrevia deixei a caneta cair quando iria finalizar e aí voltei ao mundo real.
Estava desmaiada no meio da rua, levantei, limpei a minha roupa e olhei para o meu relógio e já não estava partido.
Talvez todo este tempo eu é que parei e deixei de escrever a minha história e estava mais que na hora de fazê-lo e daí nunca mais deixei de escrever.

nono

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Acho que o Inverno veio mais cedo...

As manhãs tão cada vez mais geladas, cada vez temos menos opção de alguma criatividade para vestir porque tudo o que queremos é encher-nos de camisolas e não ter frio.
Mas para aquelas manhãs em que não sabemos o que vestir, vou deixar aqui algumas ideias.
Espero que gostem!
Beijinhos!









nono

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Volta para a cama



Cheguei do trabalho de mais um dia em que não consigo concentrar em mais nada a não ser no trabalho.
Devido á crise de vida tivemos que optar por trabalhar em horários diferentes, eu de manhã e tu de noite e era de noite que os nossos corpos entravam em conexão.
Mesmo que tivesses feito algo que tivesse magoado muito naquele dia sinceramente deixava de ter importância porque o queria mesmo era despir-me dum mundo vazio e ser amada pelo teu corpo nu.
Aquele corpo que eu desejava enquanto fazíamos amor fazia-me esquecer as músicas de fundo que punhamos para criar clima, esquecia como era fazer amor até sentir a tua pele.
Sempre pedi para amarmos nesta cama e naquela cama devia sempre onde deviámos nos amar e nunca virarmos as costas quando surge a raiva.
Eu quero amar-te na nossa cama, não quero apenas noite de fodas, mas sim levar-te a uma outra dimensão onde os orgasmos são o ápice da noite.
Faço-te lembrar que na noite passada não nos amamos, mas descarregamos mais algumas frustações. Eu gritei tanto contigo, bati contra paredes e portas e senti que fosses desistir daquilo tudo e deixar-me gritar com o silêncio.
Aproximaste de mim quando pensei que fosses dizer que ias fazer as malas e ir embora, mas não, eu estava enganada.
Enquanto eu penso que és tu que sacrificas para tudo dar certo, sou eu que tenho de parar de gritar e espermear por não acharmos o mesmo ou sentires que não importo contigo, mas quis parar e nem ouvir-te, eu quis escutar o que tinhas para dizer.
Eu decidi não dizer-te quando se notaria uma diferença em mim, eu decidi mudar até que sentisses algo.
Tudo porque gosto de ver-te sorrir e adoro quando dizes sou chata e até tens razão.
Nesta noite pediste para voltar para a cama , a cama onde deviámos usar o Kamasutra, onde deviamos amar-nos, beijar-nos e fornicarmos , e deixar todo o mundo ouvir o teu nome e o quanto fazes feliz .
Difícil é desistir de amar-te porque nunca mais vou amar da forma como eu amo-te, entregando o meu amor só para ti.
E no caminho do trabalho eu sonho que tudo ficará bem entre nós  apesar de não ser tudo um mar de rosas como so livros fazem transparecer , mas tenho sempre a esperança e tenho também o meu perdão por tudo.
Frente a frente a ti, a minha realidade és tu e é por isso, que não vou sair desta cama , vou deixar-te adormecer, poder mexer no teu cabelo porque daqui a pouco tenho de ir trabalhar e abandonar o nosso conforto.
Abandonar o nosso bem-estar e enfrentar todas as adversidades do dia-a-dia posso ir aborrecida ou sentido cada vez mais apaixonada  e que irei sempre pensar em ti.

nono


domingo, 22 de novembro de 2015

Reconciliação





































Nos momentos de raiva há tanta coisa que magoa e que muitas delas poderiam ser deixadas de lado.
Mas não consigo ver os teus lábios cerrados, quero tanto beijá-los e adorná-los com o meu amor.
Se eu pudesse brincar mais, sorrir mais e fazer-te morder os lábios eu faria.
Assim que voltamos a tocar um no outro a minha respiração acelera, as minhas mãos entrelaçam nas tuas, e as ditas palavras de amor invadem a minha mente.
Agarras as minhas ancas e fazes alcançar o auge de todos os meus desejos por ti.
Sinto-te tanto, quero-te tanto, desejo-te e ninguém consegue tirar este sorriso maroto.
Entre os amassos desejamos ter a parvoíce do nosso lado para esquecer as tristezas.
Ter-te perto de mim faz-me repetir-me demais do que sinto por ti e como fazes sentir porque mais ninguém faz reconciliações como tu e todas elas são as melhores porque nem sei, mas sonho daqui 10 anos ter estas reconciliações fogosas que deixam marcada para uma vida inteira.
E assim eu amo-te.


                                                  nono

sábado, 21 de novembro de 2015

Tag: Realização Pessoal



Pela primeira vez vou lançar uma Tag no meu blog que fala sobre realização pessoal, especialmente para nós mulheres e jovens que ainda estamos em fase de crescimento.
Tenho como objectivo dar-me a conhecer a outras bloguers com outros projetos aqui no Blog e também conhecer melhor as pessoas que tem seguido.
Serão desafiadas as seguintes perguntas:

1- Que momento na vossa vida que vos marcou?
2- O que fazem quando estão sozinhas?
3- Qual é a vossa definição de felicidade?
4- Por que é que escolheram ser bloggers?
5- Que gesto vindo de outras pessoas vos deixam satisfeitas?
6- O que acham que podiam melhorar em vocês próprias ou não?
7- O que faz ter amor-próprio?
8- O que leva a realização pessoal?
9- Quais os pensamentos indespensáveis do vosso dia-a-dia?
10- Qual é a vossa definição de aceitação do meu "eu"?
11- Quais os 5 planos a querer realizar agora?
12- Como te vês daqui 10 anos?


Eu vou responder ás perguntas para ficarem a saber um pouco de mim e depois espero pela vossa colaboração:
1- Um momento da minha vida que marcou-me bastante foi o casamento da minha mãe porque vi ela a recomeçar a vida do zero e achei lindo, fantástico ver a minha mãe sorrir depois de tantos anos de luta sozinha.

2- Eu quando estou sozinha gosto de estar de pijama numa manta a ver TV, a ler livros ou blogs, ouvir música e sobretudo cozinhar coisas para mim.

3- A minha definição de felicidade é fazer tudo o que deixa completamente realizada como por exemplo ser eu própria e fazer coisas que gosto muito.

4- Eu escolhi ser Blogger porque desde pequena já tinha o hábito da leitura e escrita, mas com o passar dos anos ganhei um gosto imenso por escrever e querer exprimir os meus sentimentos ou pensamentos ao mundo.

5- Para mim não há gesto mais bonito do que um abraço forte e sincero, dado como muito amor.

6- O que achava que podia melhorar em mim era o facto de poder ser mais paciente, e saber organizar melhor o meu tempo.
Se fosse mudança físico não mudava nada porque começo acreditar que se tentar mudar-me vou deixar de ser eu própria e talvez uma personagem qualquer que não vou saber manter por muito tempo.

7- Amor-próprio, ainda é um tema do qual tenho lutado muito para poder desenvolver porque temos todos fases na vida menos positivas.

8- Para mim o que leva a realização pessoal é a luta pelos nossos sonhos, objectivos e é simplesmente alcançar a meta que pretendiámos mesmo que seja conosco próprios.

9- Os pensamentos indespensáveis do meu dia é que não posso sair de casa sem um livro, fruta e um sorriso na cara, mesmo que esteve muito ensonada.

10- A minha definição de aceitação do meu "eu" é achar para mim todos os dias que sou bonita, forte, inteligente e se outros conseguiram eu também consigo.

11- Os meus 5 planos para agora são acabar a formação que estou a fazer, descobrir-me, fazer a minha criatividade aparecer aqui no Blog com alguns projetos, tirar mais tempo para mim e minha família e começar a trabalhar.

12- Sem querer ser convencida, mas vejo uma guerreira linda e que graças a Deus está viva para poder continuar a partilhar momentos bons como o mundo.


Regras: 
-Têm de colocar a imagem correspondente á Tag no vosso Blog;
- Desafiar 10 pessoas;
- Responder a todas as perguntas.


Vou desafiar 10 Bloggers:


nono

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Adopção entre Homosexuais finalmente aprovada- Grande Sonhadora falou!

Hoje estava a ver as notícias quando deparei com esse assunto e fiquei logo com uma inspiraçãozinha para falar sobre isso aqui no Blog visto que é um tema que abrange várias opiniões diferentes.
Na minha opinião acho muito bem Portugal fazer parte dos países que aprovam este gesto porque existem muitas crianças sem famílias e querendo ou não esta é a nossa realidade e temos de tentar ajudar estas crianças a ter um lar.
Em relação a este tema já ouvi pessoas dizer que isto só está a ser feito para satisfazer o desejo de duas mulheres ou dois homens que tem o sonho de ter um filho, mas que não estão a pensar em como a criança vai sentir-se após crescer e perceber que tem dois pais e duas mães e que não é justo.
Bitch Please!
Eu acho que estes homens e estas mulheres tem o direito de adoptar quem eles quiserem e darem a educação que quiserem porque não é por uma criança nascer com dois homosexuais que vai mudar a felicidade dela porque não há nada melhor que ter amor de dois pais e carinho que eles podem oferecer.
De facto, algo que os heterosexuais nem isso fazem que existem muitos casos de crianças maltratadas e violadas e acho fantástico como as pessoas também não defendem isso.
Também ouvi dizer que essas crianças vão sofrer Bullying na escola por parte dos colegas por saberem que tem pais homosexuais...
Omg eu fico quase maluca com estas afirmações, quando somos crianças somos gozados por tudo porque as crianças já tem na essência uma pequena maldade e gozam com tudo: " se és preto, branco, amarelo, se tens orelhas grandes, se tens o nariz empinado, se és alto ou baixo, gordo ou magro, entre muitas coisas.
Mas é como tudo as pessoas crescem e isso é esquecido, mas há quem venha dizer :" ah não, mas essas crianças vão ficar com trauma e cometer suícidio.
Por amor de Deus não é preciso ser tão radical só por ser do contra.
Entretanto, alguém teve a brilhante ideia de dizer que essas crianças não deveriam ser adotadas por homosexuais porque existe muitas mães portuguesas ou casais a quererem adoptar e não conseguem.
A resposta a isso é rápido, eles fazem muitas escolhas, tem muita preferência e acabam por não ter o que querem logo não adoptam, enquanto os homosexuais não tem preferência apenas querem ajudar e fazer estas crianças crescerem num bom lar e felizes.
Temos um casal português famoso, já devem saber de quem falo, do modelo Luís Borges e Eduardo, o seu marido que adotaram uma criança com uma deficiência, um asiático e uma menina negra e são muito lindas aquelas crianças e eles não tiveram qualquer preconceito ou muita preferência simplesmente adotaram e estão a dar-lhes a educação de vida.
Nisto tudo também já comentaram que estas crianças por terem pais homosexuais podem vir a tornar-me como tais, não não vão tornar-se como tais isto é uma decisão que as pessoas tomam, ninguém as transforma nem induz a tal coisa.
Se a nossa socidade continuar assim entre não haver liberdade e censurar tudo, vamos continuar na ignorância.
Já dei a minha opinião, deixem aqui nos comentários o que pensam sobre este assunto.




nono

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Entre estrelas e galáxias



São 5 da manhã e acordei questionando outra vez o porquê de eu estar aqui e se algum dia mandassem para outro planeta?
Por momento senti que estava a determinada a deixar tudo e procurar por outras aventuras e momentos indiscutíveis.
Nas estrelas e nas galáxias eu queria abraçar-te, mas não conseguia e queria descobrir-te ainda mais, queria que todas aquelas estrelas fossem como tu pois nenhuma delas brilha como tu.
Difícil é uma galáxia ter um espaço tão profundo e sem fim quanto ao teu coração, á existência de quanta vontade de viver, á paciência e á abundância de bondade.
Nenhuma estrela nem nenhuma galáxia consegue mexer tanto comigo e querer assim como eu te quero, a não ser que o espaço invente outra só para nós.
Nessa escuridão procuro o teu olhar e já nem consigo querer voltar á terra por não conseguir esquecer os olhos de avelâ que fazem contraste com o nosso planeta saturno.
Não consigo parar de admirá-lo e tentar compará-lo, mas os teus olhos são os mais bonitos.
Perco-me nas coisas mais simples e fáceis de falar, mas falar de ti é como contar todas as estrelas do céu em que chegas a perder a conta realmente tenho muitas e muitas mais coisas para dizer-te.
 Num espaço onde não há gravidade,não há limites!


nono

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Kendall Jenner: I basically love you

Eu tenho uma admiração muito grande pelo que esta rapariga faz e para mim ela é umas das mulheres que vinda da família Kardashian não fez qualqer alteração ao seu corpo ou face, logo já ganhou uns pontinhos na minha consideração.
Penso que ela é mais natural é por isso que gosto tanto dela e o estilo dela não está longe de poder ser usado no dia-a-dia porque é muito casual e desportivo.
Sendo ela uma it-girl para colocar a cereja no bolo foi o desfile dela na Victoria Secret, e Victoria Secret é um sonho de qualquer modelo porque nem todas podem desfilar para elas.
É um evento cheio de alegria, sensualidade e muita lingerie.
Eu amei tudo, amei a Kendall a desfilar, amei a lingerie,a música...
Enfim, estou realizada kkk










nono

domingo, 15 de novembro de 2015

A vida por um fio


Ultimamente Kinara deixara ter as suas noites de Cinderela e passou a ter muitos pesadelos o que não deixava muito confortável durante o dia-a-dia.
Ela vivia com medo que alguns dos seus sonhos acontecessem, ela tinha vindo a desenvolver alguns problemas de saúde ligeiramente parecidos ao de sua mãe.
A sua relação com Isaque tinha muitos altos e baixos e Kinara parecia sentir-se cada vez mais fraca.
Ela não sentia vontade de frequentar a faculdade, de ir trabalhar e apenas pintava os seus quadros, mas já não era aqueles quadros alegres e cheios de cor, ela pintava coisas muito tristes e nem o Isaque sabia decifrar o que estava por trás daqueles quadros, mas sabia que era algo muito sombrio.
Certo dia, Kinara e Isaque tiveram uma discussão muito acesa e Kinara fraca emocionalmente falou com ele como se fosse uma despedida, visto que eles falavam ao telemóvel ele não fazia ideia do que Kinara poderia estar a fazer.
Nesse mesmo dia, Isaque foi á casa de Kinara feito um desesperado porque ela não atendia mais o telemóvel e Isaque pensou que fosse o fim de tudo.
Assim que chegou a casa de Kinara encontrou ela por detrás da bancada desmaiada e estava fria.
Kinara tinha acabado de cometer suícidio.
Isaque tropeçando em todas as coisas que estavam partidas no chão agarrou o telefone e fez um chamada de emergência, quando perguntaram-lhe a morada ele estava gago e não sabia exactamente dizer absolutamente nada.
Manteu a calma, conseguiu dizer a morada e foram numa velocidade tremenda assim que chegaram ao hospital, Kinara entrou direto para os procedimentos.
Pela primeira vez Isaque, sentiu que não fosse ver, nem tocar, nem ouvir, falar e a pior sensação de todas é que as últimas palavras dele não tinham sido de amor, mas sim de raiva.
Ele sentia o seu mundo a desabar.
Entretanto, 5 horas depois de ter estado a tratar de Kinara conseguiram estabilizar.
Dois médicos dirigiram-se a ele e disseram-lhe:
- Já pode vê-la, não tente é força-la a falar muito porque ela acabou de acordar.
De modo que Isaque pegou a mão de Kinara ele quis chorar, perguntar-lhe porque fez aquilo e para nunca mais voltar a fazer isso, mas beijou-a apaixonadamente e fez-lhe rir todo o tempo da visita.
Foi o momento mais delicado entre Kinara  e Isaque talvez a oportunidade de perdoarem-se um ao outro por cada erro e palavras ditas no momento de raiva.
Era o único e último momento talvez de ultrapassarem todas as mágoas e resolveram de serem felizes, de apenas um do outro e que a confisnça estabelece-se entre eles.
Já dizem a muitos anos que a vida é curta ou que a vida é só uma e se for vivida com bons momentos até pode demorar mais a passar do que olhar para atrás e ver todos os momentos que poderiam ter sido saudáveis com coisas destrutivas.
Após este acontecimento de tirar o folêgo, Isaque e Kinara conversaram de como casal devem prosseguir a sua relação porque quando as pessoas estão para perder ou sentir que alguém está a ir para longe deles é que apeguem-se mais que o necessário.
Por norma eles deveriam amar-se como assim dizem um ao outro e voltar a confiar um no outro do que enterraram um amor entre desconfianças e inseguranças.
Kinara sentia que era Isaque que ela queria e mais ninguém, se passasse a vida cometendo erros não valia ter uma vida e ainda ter o direito de vivida.
Ela necessitava de apoio psicológico e dar valor á vida como ela tem gosto de respirar e sentir o vento pairar na sua face.
Isaque precisava de viver mais, sorrir mais, confiar mais  mesmo não sendo fácil, mas fazer um esforço de que suas últimas palavras a Kinara fossem de amor.
Além de Kinara mais ninguém consegueria saber o que levou a ter uma certa coragem de tentar contra a sua vida, uma vida que mais ninguém podia dar-lhe de novo ou enquanto outros tentam viver mais um dia.
Kinara sabia que não queria abandonar os seus amigos, o seu namorado e os seus hobbies, mas tudo o que ela podia e queria era paz com uma pitada da felicidade, tinha noção que os problemas existem sempre, mas ela estaria sempre ali a tentar resolvê-los.


nono

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Tentando inspirar no meu mundo vago

Tenho dias em que acordo e penso , hoje vou fazer uma maquiagem bem escura e combinar com a roupa.



Quando passo por pastelarias eu fico louca por cair na tentação de comprar bolos. Enfim eu adoro bolos mesmo e não importo de receber uma caixa cheia deles. Fico só na esperança! *.*



Quando são 6 da manhã penso em lareira e chá quentinho porque chego a não fazer noção do frio.


É bem verdade e cada vez mais acredito nisso.



Não tenho tido a melhor fase da minha e tenho procurado estar bem disposta e feliz









Para quem tenta arruinar o meu dia, eu mando carinhosamente um Fuck.

Ele consegue tirar do sério, mas no final de tudo é uma bela motivação para um bom dia <3






nono

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Cozinhados amorosos




Eu tenho sempre a mania que sou a melhor cozinheira de todas e apodero-me da tua cozinha e fico ali fazendo a magia na frigideira.
Tu chegas ali devagar e apertas o teu corpo contra o meu e dizes o quanto adoras o meu cheiro e da comida também.
Afastas o meu cabelo e acaracias os meus ombros, admito que quando o teu cabelo toca-me nas orelhas sinto com cada arrepio que só leva a pensar coisas fora do normal ( sim porque nós não somos normais).
Começamos por abrir o frigorífico e os armários só naquela de fazer misturas e usar temperos talvez nunca usados, mas que nós temos o pressentimento que ficará ainda melhor.
Fechas a porta do frigorífico, agarras as minhas ancas e colocas em cima da bancada e dizes o quanto sou linda e enches de beijos.
Sem esquecer que na nossa cozinha não pode faltar música de fundo e nós a cantarmos e fazermos caretas um para o outro.
No meio desta alegria toda a comida fica pronta e com um ar apetecível, agarramos numas cervejas Mini, brindamos e colocamos a conversa em dia.
Vamos para as mantas e sabe-se lá o que pode acontecer, mas desta vez enchemos os nossos corações de euforia ao relembrarmos que já passamos por momentos muito bons e muito fortes e que vale a pena todo o tempo que preenchemos um com o outro. 
<3




nono

domingo, 8 de novembro de 2015

Tardes de Outono e música

Boa noite, bom eu tenho andado alguns dias viciadas em três músicas que deixam feliz e calma, assim que as oiço e gostaria de partilhar com vocês.




Esta música do Naughty boy é muito gira e tem uma mensagem muito forte e está relacionado com o amor.




Buscando as minhas raízes africanas, o Nelson Freitas acaba sempre por surpreender e este é mais um êxito que tem vindo a viciar.




Este já uma música que simplesmente adoro porque está dentro do estilo que costumo escutar.
É Dubstep!
Espero que tenham gostado!
nono

sábado, 7 de novembro de 2015

A verdade que nunca conheceste



A verdade que nunca conheceste é que quando apaixonei por ti já tinha presente em mim a tua sombra que perseguiu-me para todo o lado.
Dentro dessa sombra tinha o teu sorriso, a tua tristeza, a tua força, o teu ar diplomata, aquele teu cabelinho que perde-se entre todos que tens.
Tinha comigo a vontade que nunca tiveste de desistir de mim nem nos últimos segundos em que agarraste a minha mão mesmo sem saber como reagir, mas estares ali só á espera de seres levado porque sabias onde era o teu lugar, era comigo.
A verdade que nunca conheceste é que tens de aprender a calar-te e ver como és lindo por dentro e por fora.
No espelho em que olhas todos os dias para lavar os dentes quero que digas: " eu sou lindo e tenho mais um dia pela frente". É assim que deve ser.
Não sei como estás agora, mas tu és muito importante para mim, muito mesmo.
E entre as oportunidades que a vida tem dado tens de escolher se é esta que queres viver com toda a intensidade.
Apenas viver!


nono

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Estar doente e querer estar confortável

A grande sonhadora está doente e parece que estou a fazer um anúncio ao mundo :" Oh meu Deus noemi não é preciso tanto.
É engraçado que eu não queria ficar doente porque estou a estagiar e posso prejudicar-me bastante nas faltas.
Entretanto, já a uns dias tenho sentido doente com muita tosse e febre de noite e mesmo assim ia ao estágio e hoje acordei de manhã com febre e disse: " eu adoro a empresa onde estou, mas tenho de ir mesmo á médica. Cheguei e fui analisada e minha médica perguntou o que estava a fazer e eu disse: ah estou a estagiar e passo algumas horas de pé do qual para quem nunca trabalhou a sério na vida esta habituado.
Ela sorriu e disse: " vou dar-te baixa, medicamentos, marcação de consulta", admito que pensei nas roupas confortáveis no cobertor, na minha gata a dormir nos meus pés, mesmo com toda má disposição que tenho, mas que também poderia dar atenção ao blog visto que só estou na horizontal.
Depois de uma grande história... Vou deixar-vos aqui alguns outfits confortáveis que mesmo doentes queremos sentir bem aconchegada.










nono